Febre amarela: informação para todos, vacina para quem precisa

Desde o começo do ano, com as notificações de casos de febre amarela de doenças em animais silvestres, a Saúde aumentou seu estado de alerta. A febre amarela é uma doença infecciosa transmitida por meio da picada de mosquitos infectados, podendo afetar humanos e animais, como primatas e não é transmitida de pessoa a pessoa. Os principais sintomas são febre, calafrios, dor de cabeça, dores no corpo, fadiga, náuseas e vômitos, podendo evoluir para a forma grave da doença.

A imunização é a principal forma de evitar a infecção pela doença. O principal alerta é destinado aos moradores de áreas de risco e aos viajantes, que devem tomar a vacina 10 dias antes da viagem, no mínimo, sobretudo aqueles com destinos em áreas de risco de infecção, como regiões silvestres, rurais ou de mata. Várias cidades do Interior do Estado de São Paulo tem imunização recomendada, por serem áreas de risco.

Fonte: Recomendações para vacinação de febre amarela. Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac – Secretaria de Estado da Saúde – Estado de São Paulo, setembro/16 (www.cve.saude.sp.gov.br)

 

A vacina também é indicada para toda a população residente em áreas de risco a partir dos nove meses de idade, com a administração de dose de reforço aos quatro anos.

A indicação de vacina deverá ser avaliada por médicos para pessoas com 60 anos ou mais, mulheres que estejam amamentando, pacientes com imunodeficiência e com outras patologias. A vacina é contraindicada para gestantes.

A vacina contra a febre amarela tem eficácia superior a 95% e os anticorpos protetores aparecem entre o 7º e o 10º dia após a aplicação da dose, daí a importância de ser imunizado com antecedência. A vacina garante a imunidade por dez anos, quando é preciso tomar uma nova dose. Após a segunda vacina, não há mais necessidade de uma nova dose.

Portanto, se você vai viajar para área de risco ou mora em uma, procure a Unidade de Saúde mais próxima, com sua carteira vacinal, informe-se e vacine-se (se não tiver carteira também). Mantenha suas vacinas atualizadas.



Coordenação de Saúde Escoteiros do Brasil Região São Paulo O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Apoio
: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo - CVE - Centro de Vigilância Epidemiológica "Prof. Alexandre Vranjac", Divisão de Imunizações (Dra. Helena Sato).

 

 

Fonte: Nota sobre Febre Amarela. Centro de Vigilância Epidemiológica Prof. Alexandre Vranjac – Secretaria de Estado da Saúde – Estado de São Paulo, janeiro/2017 (www.cve.saude.sp.gov.br)

 

 

 

Escoteiros do Brasil
Rua Coronel Xavier De Toledo, 316 - 3º andar
São Paulo/SP – República – CEP 01048-000

-

Telefone: (11)3154-5500
Atendimento de segunda a sexta-feira, das 10h às 19h, e aos sábados das 09h às 13h

-

Temos Compromisso Social e contribuímos mensalmente com: